Pinterest • O catálogo de ideias do mundo todo

Explore Tempo Os, De Passar e muito mais!

Hoje é dia de ser bom./ É dia de passar a mão pelo rosto das crianças,/ de falar e de ouvir com mavioso tom,/ de abraçar toda a gente e de oferecer lembranças./ É dia de pensar nos outros – coitadinh...

Desculpe, sou antigo. Gosto de andar de mãos dadas. E mais do que beijos e amassos quero amor e continuidade.— Clarissa Corrêa. www.tumblr.com/blog/alma-extinta

de EL PAÍS

A cultura é inútil, felizmente

Em seu novo ensaio, o italiano Nuccio Ordine critica a “ditadura do proveito”, o utilitarismo da educação e o pouco interesse da política pelos bens do espírito

O amor cobre toda a multidão de dores também. Falo do amor verdadeiro, grande, maior do que o céu.. daquele que não enxerga com os olhos e sim com alma.... Minha mãe passou para o outro lado da vida antes de mim, mas continuamos de mãos dadas. Ela apenas deu um passo à frente.. o elo, que brota incessantemente do amor, continua presente e ainda mais forte. Hoje eu digo, com um sorriso grande no rosto, alma feliz, com plenitude buscada e desejada: eu conheço o amor, eu sei como ele é, o…

A actriz Eunice Munõz diz poemas de Florbela Espanca: 1. Amiga 2. De joelhos 3. Sem remédio 4. Fanatismo 5. O meu orgulho 6. Saudades 7. Ódio? 8. Versos de orgulho 9. Rústica 10. A um moribundo

“Sempre quis alguém que me ouvisse. Não as bobagens que falo de vez em sempre. Mas o que minha alma não sabe dizer. Que fizesse esforço para captar tudo que não sai da minha boca.” — Clarissa Corrêa. http://www.pinterest.com/dossantos0445/al%C3%A9m-de-voc%C3%AA/

Tenho em mim as 4 estações: a primavera para rir e ser feliz; um verão de paixões avassaladoras; um inverno para plantar e esperar; e um outono para recuar e pensar.

Tiago Bettencourt*- "Data" do disco "Tiago na toca e os Poetas" (2011) - YouTube

Não estaremos desperdiçando as nossas forças para conservar atitudes arcaicas e nos deliciamos com um estilo de vida que nos atrofia? Não chegou, talvez, o momento de deixar de repetir aquilo que fazíamos antes, e de abrir-nos àquilo que está diante de nós, à novidade que o Espírito está criando?