Explore Escreveu Há, Literatura Um e muito mais!

Explorar tópicos relacionados

Eça de Queirós (1845-1900) é um clássico da literatura, um escritor universal. Observador crítico da sociedade, constrói as suas novelas num estilo inconfundível.Estranhamente, tudo o que escreveu há mais de 100 anos, continua a ser atual.

Eça de Queirós (1845-1900) é um clássico da literatura, um escritor universal. Observador crítico da sociedade, constrói as suas novelas num estilo inconfundível.Estranhamente, tudo o que escreveu há mais de 100 anos, continua a ser atual.

Fotografia

Fotografia

Nelson Rodrigues - (1912-1980) e tido como o mais influente dramaturgo do Brasil. Foi repórter policial durante longos anos, de onde acumulou uma vasta experiência para escrever suas peças a respeito da sociedade. Foi um grande representante da literatura teatral do seu tempo, apesar de suas peças serem tachadas muitas vezes como obscenas e imorais.

Nelson Rodrigues - (1912-1980) e tido como o mais influente dramaturgo do Brasil. Foi repórter policial durante longos anos, de onde acumulou uma vasta experiência para escrever suas peças a respeito da sociedade. Foi um grande representante da literatura teatral do seu tempo, apesar de suas peças serem tachadas muitas vezes como obscenas e imorais.

Fotografia

Fotografia

CORA CORALINA Seu verdadeiro nome era Ana Lins dos Guimarães Peixoto Bretas,, nascida em Goiás, em 20 de agosto de 1889 foi uma poetisa e contista brasileira. Cora Coralina é uma das principais escritoras brasileiras e um verdadeiro exemplo. Publicou seu primeiro livro aos 76 anos de idade.

CORA CORALINA Seu verdadeiro nome era Ana Lins dos Guimarães Peixoto Bretas,, nascida em Goiás, em 20 de agosto de 1889 foi uma poetisa e contista brasileira. Cora Coralina é uma das principais escritoras brasileiras e um verdadeiro exemplo. Publicou seu primeiro livro aos 76 anos de idade.

Fotografia

Fotografia

Manuel Bandeira (1886-1968) entrou na Escola Politécnica em 1903, em SP. No ano seguinte, abandonou os estudos por causa da tuberculose e retornou para o Rio, onde escreveu poesia e prosa. Mário de Andrade o chamaria de "São João Batista do modernismo brasileiro".  Fotografia: Divulgação.

Manuel Bandeira (1886-1968) entrou na Escola Politécnica em 1903, em SP. No ano seguinte, abandonou os estudos por causa da tuberculose e retornou para o Rio, onde escreveu poesia e prosa. Mário de Andrade o chamaria de "São João Batista do modernismo brasileiro". Fotografia: Divulgação.

Fotografia

Fotografia

Divisão Pedagógica - DIPED DRE - Guaianases: Reflexões sobre o exercício da docência com os beb...

Divisão Pedagógica - DIPED DRE - Guaianases: Reflexões sobre o exercício da docência com os beb...

Fotografia

Fotografia

Pinterest • O catálogo de ideias do mundo todo
Search