Pinterest • O catálogo de ideias do mundo todo

Explore Lido Perfeito, Já Lidos e muito mais!

Resenha: Maldita, de Chuck Palahniuk

Título: Maldita Título original: Doomed Autor: Chuck Palahniuk Publicação: 2014 Número de páginas: 382 páginas Editora: Leya ISBN: 9788544100271 Em Condenada, primeiro título de uma divertidíssima ...

Resenha: Condenada, de Chuck Palahniuk

Título: Condenada Título original: Damned Autor: Chuck Palahniuk Publicação: 2013 Número de páginas: 303 páginas Editora: Leya ISBN: 9788580448207 Está aí, Satã, sou eu, Madison? Como um mantra de ...

Resenha: No Sufoco, de Chuck Palahniuk

Título: No Sufoco Título original: Choke Autor: Chuck Palahniuk Publicação: 2015 Número de páginas: 271 páginas Editora: Leya Brasil ISBN: 9788544102695 O norte-americano, Chuck Palahniuk, é um dos...

Compre o livro O Conto da Aia, de Margaret Atwood, Ana Deiró na Loja Livros da Amazon. Aproveite as ofertas na

Resenha: Words of Radiance, de Brandon Sanderson

Título: Words of Radiance Autor: Brandon Sanderson Publicação: 04 de março de 2014 Número de páginas: 1088 páginas Editora: Tor Books ISBN: 9780765326362 Words of Radiance é o segundo livro da séri...

Dom Casmurro Machado de Assis (Brazilian Author)

Resenha: A Canção do Sangue, de Anthony Ryan

Título: A Canção do Sangue Título original: Blood Song Publicação: 2014 Número de páginas: 653 páginas Editora: Leya Brasil ISBN: 9788544100790 Imagine uma mistura de O Nome do Vento, de Patrick Ro...

http://www.lerparadivertir.com/2015/11/no-sufoco-chuck-palahniuk.html

Resenha: Portões de Fogo, de Steven Pressfield

Título: Portões de Fogo Título original: Gates of Fire Publicação: 2000 Número de páginas: 393 páginas Autor: Steven Pressfield Editora: Objetiva ISBN: 8573023082 Épico! É a única palavra que me ve...

Em virtude da morte do marido, uma viúva e as três filhas passam a enfrentar dificuldades financeiras, pois praticamente toda a herança foi para um filho do primeiro casamento, que ignora a promessa feita no leito de morte de seu pai que ampararia as meias-irmãs. Neste contexto, enquanto uma irmã é prática, usando a razão como principal forma de conduzir as situações, a outra se mostra emotiva, sem se reprimir nunca com uma sensibilidade flor da pele.