Explore Mulheres, Três Primeiras e muito mais!

Explorar tópicos relacionados

Imperio   O corset era usado, sem apertar, por uma minoria de mulheres que desejam parecer mais magras, nessa época haviam lingeries que disfarçavam a transparência dos vestidos, como um tipo de pantalona em tom nude que ia até o tornozelo e uma peça que evoluiria para se tornar o sutiã moderno, chamado "divórcio", que servia para separar os seios da mulher.

Imperio O corset era usado, sem apertar, por uma minoria de mulheres que desejam parecer mais magras, nessa época haviam lingeries que disfarçavam a transparência dos vestidos, como um tipo de pantalona em tom nude que ia até o tornozelo e uma peça que evoluiria para se tornar o sutiã moderno, chamado "divórcio", que servia para separar os seios da mulher.

.História da Moda.: O Século XVIII e XIX : Diretório, Império e Regência  Império Na moda feminina, era usado uma espécie de camisola leve, decotada que ia até os tornozelos com uma saia de formato em “A”, tinha cintura alta (logo abaixo do busto), e pequenas mangas bufantes. As roupas diurnas poderiam ter golas, mangas e nenhum enfeite. Havia também gradações de vestidos como: vestido da tarde, vestido de caminhar, vestido de viajar, etc.

.História da Moda.: O Século XVIII e XIX : Diretório, Império e Regência Império Na moda feminina, era usado uma espécie de camisola leve, decotada que ia até os tornozelos com uma saia de formato em “A”, tinha cintura alta (logo abaixo do busto), e pequenas mangas bufantes. As roupas diurnas poderiam ter golas, mangas e nenhum enfeite. Havia também gradações de vestidos como: vestido da tarde, vestido de caminhar, vestido de viajar, etc.

.História da Moda.: O Século XVIII e XIX : Diretório, Império e Regência Diretório Na moda feminina, além do abandono dos tecidos pesados, das ancas, dos panniers e dos corsets, a cintura se tornou mais elevada, indo parar logo abaixo do busto. Os vestidos eram longilíneos e fluídos e viriam a ser conhecidos como “vestido império”

.História da Moda.: O Século XVIII e XIX : Diretório, Império e Regência Diretório Na moda feminina, além do abandono dos tecidos pesados, das ancas, dos panniers e dos corsets, a cintura se tornou mais elevada, indo parar logo abaixo do busto. Os vestidos eram longilíneos e fluídos e viriam a ser conhecidos como “vestido império”

.História da Moda.: O Século XVIII e XIX : Diretório, Império e Regência Diretório  Por conta do tecido dos vestidos serem finos, impossibilitou-se a presença dos bolsos, surgem então, as primeiras bolsas, chamadas de “retícula” (imagem à direita). Os penteados eram simples, repartidos ao meio, presos e com pequenos cachos. Era considerado elegante enfeitá-los com plumas de avestruz

.História da Moda.: O Século XVIII e XIX : Diretório, Império e Regência Diretório Por conta do tecido dos vestidos serem finos, impossibilitou-se a presença dos bolsos, surgem então, as primeiras bolsas, chamadas de “retícula” (imagem à direita). Os penteados eram simples, repartidos ao meio, presos e com pequenos cachos. Era considerado elegante enfeitá-los com plumas de avestruz

.História da Moda.: O Século XVIII e XIX : Diretório, Império e Regência  império Os rufos voltaram à moda em tamanhos discretos; o xale era uma peça essencial no guarda roupas feminino. Saber usar um xale com graça era característica da mulher elegante. Como acessórios: luvas,sombrinhas, leques e retícula. Os sapatos eram sem salto ao estilo sapatilha ou bailarina.

.História da Moda.: O Século XVIII e XIX : Diretório, Império e Regência império Os rufos voltaram à moda em tamanhos discretos; o xale era uma peça essencial no guarda roupas feminino. Saber usar um xale com graça era característica da mulher elegante. Como acessórios: luvas,sombrinhas, leques e retícula. Os sapatos eram sem salto ao estilo sapatilha ou bailarina.

Jozef Simmler, Portrait of Emilia Włodkowska. Date 1865

Jozef Simmler, Portrait of Emilia Włodkowska. Date 1865

Império Iniciou-se o uso da bengala, o novo símbolo da elegância. Após 1819, as roupas dos dandis ficaram ainda mais extravagantes: as cartolas ficaram com a copa mais larga que a aba, as extremidades dos colarinhos chegavam quase até os olhos, as calças terminavam logo acima das botas, o plastrom ficou mais apertado e mais alto e a cintura passou a ser afinada com corsets. O corset masculino era chamado de "cinta" ou "vestes", já que a palavra "corset" soava muito feminina.

Império Iniciou-se o uso da bengala, o novo símbolo da elegância. Após 1819, as roupas dos dandis ficaram ainda mais extravagantes: as cartolas ficaram com a copa mais larga que a aba, as extremidades dos colarinhos chegavam quase até os olhos, as calças terminavam logo acima das botas, o plastrom ficou mais apertado e mais alto e a cintura passou a ser afinada com corsets. O corset masculino era chamado de "cinta" ou "vestes", já que a palavra "corset" soava muito feminina.

Redingote: “Riding coat”–casaco de montaria. Usado pelos homens no século XVIII. O redingote de meados do século XIX era um vestido de mangas compridas e generosa gola. No final do século, evoluiu para uma peça bem-talhada de passeio, cortada em linha princesa, com uma gola xale e uma saia evasê; esta era usada aberta, para revelar o vestido de baixo.

Redingote: “Riding coat”–casaco de montaria. Usado pelos homens no século XVIII. O redingote de meados do século XIX era um vestido de mangas compridas e generosa gola. No final do século, evoluiu para uma peça bem-talhada de passeio, cortada em linha princesa, com uma gola xale e uma saia evasê; esta era usada aberta, para revelar o vestido de baixo.

Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand - MASP

Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand - MASP

Uma pintura de tirar o fôlego de uma valsa Vitoriana por Pierre Vidal de 1908.

Uma pintura de tirar o fôlego de uma valsa Vitoriana por Pierre Vidal de 1908.

Pinterest • O catálogo de ideias do mundo todo
Pesquisar