Explore Mulheres, Tornozelo e muito mais!

Explorar tópicos relacionados

Imperio   O corset era usado, sem apertar, por uma minoria de mulheres que desejam parecer mais magras, nessa época haviam lingeries que disfarçavam a transparência dos vestidos, como um tipo de pantalona em tom nude que ia até o tornozelo e uma peça que evoluiria para se tornar o sutiã moderno, chamado "divórcio", que servia para separar os seios da mulher.

Imperio O corset era usado, sem apertar, por uma minoria de mulheres que desejam parecer mais magras, nessa época haviam lingeries que disfarçavam a transparência dos vestidos, como um tipo de pantalona em tom nude que ia até o tornozelo e uma peça que evoluiria para se tornar o sutiã moderno, chamado "divórcio", que servia para separar os seios da mulher.

.História da Moda.: O Século XVIII e XIX : Diretório, Império e Regência  Império Na moda feminina, era usado uma espécie de camisola leve, decotada que ia até os tornozelos com uma saia de formato em “A”, tinha cintura alta (logo abaixo do busto), e pequenas mangas bufantes. As roupas diurnas poderiam ter golas, mangas e nenhum enfeite. Havia também gradações de vestidos como: vestido da tarde, vestido de caminhar, vestido de viajar, etc.

.História da Moda.: O Século XVIII e XIX : Diretório, Império e Regência Império Na moda feminina, era usado uma espécie de camisola leve, decotada que ia até os tornozelos com uma saia de formato em “A”, tinha cintura alta (logo abaixo do busto), e pequenas mangas bufantes. As roupas diurnas poderiam ter golas, mangas e nenhum enfeite. Havia também gradações de vestidos como: vestido da tarde, vestido de caminhar, vestido de viajar, etc.

.História da Moda.: O Século XVIII e XIX : Diretório, Império e Regência Diretório Na moda feminina, além do abandono dos tecidos pesados, das ancas, dos panniers e dos corsets, a cintura se tornou mais elevada, indo parar logo abaixo do busto. Os vestidos eram longilíneos e fluídos e viriam a ser conhecidos como “vestido império”

.História da Moda.: O Século XVIII e XIX : Diretório, Império e Regência Diretório Na moda feminina, além do abandono dos tecidos pesados, das ancas, dos panniers e dos corsets, a cintura se tornou mais elevada, indo parar logo abaixo do busto. Os vestidos eram longilíneos e fluídos e viriam a ser conhecidos como “vestido império”

.História da Moda.: O Século XVIII e XIX : Diretório, Império e Regência Diretório Eram finos e transparentes em musselina, cambraia ou morim e iam até os pés, sendo necessário o uso de malhas brancas ou cor de rosa por baixo para disfarçar a transparência. Havia pouca diferença da roupa para noite e da roupa para o dia, exceto pela qualidade dos tecidos. Nos pés as moças usavam sapatilhas sem salto ao estilo bailarina

.História da Moda.: O Século XVIII e XIX : Diretório, Império e Regência Diretório Eram finos e transparentes em musselina, cambraia ou morim e iam até os pés, sendo necessário o uso de malhas brancas ou cor de rosa por baixo para disfarçar a transparência. Havia pouca diferença da roupa para noite e da roupa para o dia, exceto pela qualidade dos tecidos. Nos pés as moças usavam sapatilhas sem salto ao estilo bailarina

.História da Moda.: O Século XVIII e XIX : Diretório, Império e Regência 1811 – 1820: Regência ou Era Georgiana: Transição do Neoclássico  para o Romântico Dentre essas mudanças, houve a volta definitiva e gradativa dos corsets em formato “pontudo”, mesmo para as meninas. As saias adquiriram formato de cone, se tornaram mais pesadas e a tinha babados ou adornos perto da barra.

.História da Moda.: O Século XVIII e XIX : Diretório, Império e Regência 1811 – 1820: Regência ou Era Georgiana: Transição do Neoclássico para o Romântico Dentre essas mudanças, houve a volta definitiva e gradativa dos corsets em formato “pontudo”, mesmo para as meninas. As saias adquiriram formato de cone, se tornaram mais pesadas e a tinha babados ou adornos perto da barra.

O Neoclássico propõe um retorno ao passado. As mulheres vão querer assemelhar-se a deusas gregas da antiguidade clássica, o que em parte é conseguido através da nova silhueta, a linha Império, cuja peça chave é o vestido camisa. Vestidos fluídos, leves e de cores claras, eram utilizados sem corpete, apenas com um pequeno suporte no peito. A cintura era subida e o bolero e o xaile foram duas peças adotadas, resultado da necessidade das mulheres se resguardarem do frio.

O Neoclássico propõe um retorno ao passado. As mulheres vão querer assemelhar-se a deusas gregas da antiguidade clássica, o que em parte é conseguido através da nova silhueta, a linha Império, cuja peça chave é o vestido camisa. Vestidos fluídos, leves e de cores claras, eram utilizados sem corpete, apenas com um pequeno suporte no peito. A cintura era subida e o bolero e o xaile foram duas peças adotadas, resultado da necessidade das mulheres se resguardarem do frio.

.História da Moda.: O Século XVIII e XIX : Diretório, Império e Regência Diretório  Por conta do tecido dos vestidos serem finos, impossibilitou-se a presença dos bolsos, surgem então, as primeiras bolsas, chamadas de “retícula” (imagem à direita). Os penteados eram simples, repartidos ao meio, presos e com pequenos cachos. Era considerado elegante enfeitá-los com plumas de avestruz

.História da Moda.: O Século XVIII e XIX : Diretório, Império e Regência Diretório Por conta do tecido dos vestidos serem finos, impossibilitou-se a presença dos bolsos, surgem então, as primeiras bolsas, chamadas de “retícula” (imagem à direita). Os penteados eram simples, repartidos ao meio, presos e com pequenos cachos. Era considerado elegante enfeitá-los com plumas de avestruz

Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand - MASP

Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand - MASP

Império Iniciou-se o uso da bengala, o novo símbolo da elegância. Após 1819, as roupas dos dandis ficaram ainda mais extravagantes: as cartolas ficaram com a copa mais larga que a aba, as extremidades dos colarinhos chegavam quase até os olhos, as calças terminavam logo acima das botas, o plastrom ficou mais apertado e mais alto e a cintura passou a ser afinada com corsets. O corset masculino era chamado de "cinta" ou "vestes", já que a palavra "corset" soava muito feminina.

Império Iniciou-se o uso da bengala, o novo símbolo da elegância. Após 1819, as roupas dos dandis ficaram ainda mais extravagantes: as cartolas ficaram com a copa mais larga que a aba, as extremidades dos colarinhos chegavam quase até os olhos, as calças terminavam logo acima das botas, o plastrom ficou mais apertado e mais alto e a cintura passou a ser afinada com corsets. O corset masculino era chamado de "cinta" ou "vestes", já que a palavra "corset" soava muito feminina.

.História da Moda.: O Século XVIII e XIX : Diretório, Império e Regência 1811 – 1820: Regência ou Era Georgiana: Transição do Neoclássico  para o Romântico Na moda masculina o estilo dandi se manteve e a silhueta masculina passa a se inspirar em heróis medievais, mantendo a cintura fina através de corsets, com os ombros largos e os quadris curvilíneos. Em 1820, o estilo gótico medieval estava firmemente instalado na moda e dá-se o fim da moda ao estilo Império.

.História da Moda.: O Século XVIII e XIX : Diretório, Império e Regência 1811 – 1820: Regência ou Era Georgiana: Transição do Neoclássico para o Romântico Na moda masculina o estilo dandi se manteve e a silhueta masculina passa a se inspirar em heróis medievais, mantendo a cintura fina através de corsets, com os ombros largos e os quadris curvilíneos. Em 1820, o estilo gótico medieval estava firmemente instalado na moda e dá-se o fim da moda ao estilo Império.

Pinterest • O catálogo de ideias do mundo todo
Search