Explore Redes Sociais, Mensagem e muito mais!

Leia a mensagem Metade da laranja no Magia das Mensagens. As melhores mensagens para compartilhar nas redes sociais estão aqui.

Leia a mensagem Metade da laranja no Magia das Mensagens. As melhores mensagens para compartilhar nas redes sociais estão aqui.

"Nunca o nosso mundo teve tanta comunicação. E nunca foi tão dramática a nossa solidão" - Portal Raízes

"Nunca foi tão dramática a nossa solidão" - Uma linda reflexão de Mia Couto

"Nunca o nosso mundo teve tanta comunicação. E nunca foi tão dramática a nossa solidão" - Portal Raízes

Desenhos,Doodles Notebook,Arte Estranha,Magnum,Ópera,Arte Arte,Tatuagem Idéias,Tendências,Social

Zygmunt Bauman - Zygmunt Bauman: “As redes sociais são uma armadilha” | Fronteiras do Pensamento

Zygmunt Bauman - Zygmunt Bauman: “As redes sociais são uma armadilha” | Fronteiras do Pensamento

Somente orações que vêm do amor ao próximo, de um coração puro, de um desejo de que as coisas sejam melhores para todos, são respondidas. Nada pode mudar para melhor, se não mudarmos a nós mesmos e avançarmos para a conexão inclusiva. - See more at: http://laitman.com.br/2016/03/nova-vida-529-o-que-e-oracao/#sthash.Fqx4nc0A.dpuf

Somente orações que vêm do amor ao próximo, de um coração puro, de um desejo de que as coisas sejam melhores para todos, são respondidas. Nada pode mudar para melhor, se não mudarmos a nós mesmos e avançarmos para a conexão inclusiva. - See more at: http://laitman.com.br/2016/03/nova-vida-529-o-que-e-oracao/#sthash.Fqx4nc0A.dpuf

A alegria e felicidade de cada homem são feitos da ignorância, já involuntária, já voluntária, da dor e da desgraça dos outros homens. Que tem cada um de nós de propriamente seu que a outrem não pertença? ...Egoístas vivemos como nosso o que é dos outros, ignorantes da relação fraterna e nesta ignorância está uma condição de subsistirmos na nossa mesma tristeza. ~ José Marinho, Aforismos sobre o que mais importa, p.254.

A alegria e felicidade de cada homem são feitos da ignorância, já involuntária, já voluntária, da dor e da desgraça dos outros homens. Que tem cada um de nós de propriamente seu que a outrem não pertença? ...Egoístas vivemos como nosso o que é dos outros, ignorantes da relação fraterna e nesta ignorância está uma condição de subsistirmos na nossa mesma tristeza. ~ José Marinho, Aforismos sobre o que mais importa, p.254.

#despertar A barreira está no meu coração, é uma barreira psicológica. Que tipo de Machsom (barreira) de que estamos falando? Eu tenho que mudar minha visão de olhar para mim e olhar para os amigos. Essa mudança, essa inversão, que eu tenho que fazer é chamada de Machsom. Dr. Michael Laitman http://laitman.com.br/2012/03/a-barreira-esta-em-seu-coracao/

#despertar A barreira está no meu coração, é uma barreira psicológica. Que tipo de Machsom (barreira) de que estamos falando? Eu tenho que mudar minha visão de olhar para mim e olhar para os amigos. Essa mudança, essa inversão, que eu tenho que fazer é chamada de Machsom. Dr. Michael Laitman http://laitman.com.br/2012/03/a-barreira-esta-em-seu-coracao/

Podemos auto-corrigir a humanidade?  Prince EA

Podemos auto-corrigir a humanidade? Prince EA

#despertar Hoje voamos em círculos como abelhas, entusiasmados com nossa liberdade. Mas, às vezes nos perguntamos: Isso é tudo? O que devo fazer da minha vida? O que está faltando? O que está faltando é que somos homo duplex, mas a sociedade moderna e secular foi construída para satisfazer o nosso ‘eu’ inferior, profano.  ~ Jonathan Haidt http://www.ted.com/talks/jonathan_haidt_humanity_s_stairway_to_self_transcendence

#despertar Hoje voamos em círculos como abelhas, entusiasmados com nossa liberdade. Mas, às vezes nos perguntamos: Isso é tudo? O que devo fazer da minha vida? O que está faltando? O que está faltando é que somos homo duplex, mas a sociedade moderna e secular foi construída para satisfazer o nosso ‘eu’ inferior, profano. ~ Jonathan Haidt http://www.ted.com/talks/jonathan_haidt_humanity_s_stairway_to_self_transcendence

Na casa defronte de mim (..) Moram ali pessoas que desconheço (..) São felizes, porque não são eu. (..) Quando há festa cá fora, há festa lá dentro. Assim tem que ser onde tudo se ajusta (..) Que grande felicidade não ser eu! Mas os outros não sentirão assim também? Quais outros? Não há outros. O que os outros sentem é uma casa com a janela fechada, Ou, quando se abre, É para as crianças brincarem na varanda de grades.. Álvaro de Campos 16-6-1934 Poesias de Álvaro de Campos

Na casa defronte de mim (..) Moram ali pessoas que desconheço (..) São felizes, porque não são eu. (..) Quando há festa cá fora, há festa lá dentro. Assim tem que ser onde tudo se ajusta (..) Que grande felicidade não ser eu! Mas os outros não sentirão assim também? Quais outros? Não há outros. O que os outros sentem é uma casa com a janela fechada, Ou, quando se abre, É para as crianças brincarem na varanda de grades.. Álvaro de Campos 16-6-1934 Poesias de Álvaro de Campos

Pinterest
Pesquisar