Explore Silva Figueiredo, Meio Ácido e muito mais!

Explorar tópicos relacionados

© Ana Cristina da Silva Figueiredo | A Hístoquímíca estuda a química dos seres vivos à escala microscópica. Como tal, baseia-se num aspecto morfológico, o de localizar a substância em estudo, e num aspecto químico, o da determinação da natureza dessa substância. A imagem ilustra a identificação de lenhina em vasos condutores xilémicos, recorrendo à coloração com o reagente de Floroglucinol, que reage com paredes lenhificadas dando cor vermelha em meio ácido.

© Ana Cristina da Silva Figueiredo | A Hístoquímíca estuda a química dos seres vivos à escala microscópica. Como tal, baseia-se num aspecto morfológico, o de localizar a substância em estudo, e num aspecto químico, o da determinação da natureza dessa substância. A imagem ilustra a identificação de lenhina em vasos condutores xilémicos, recorrendo à coloração com o reagente de Floroglucinol, que reage com paredes lenhificadas dando cor vermelha em meio ácido.

© Célia Maria Monteiro Domingues | Na imagem está um embrião de mosca da fruta (Drosophila melanogaster), cerca de 15 horas após a postura. Três populações de células nervosas (neurónios) estão sobrepostas: a vermelho estão marcados alguns neurónios do sistema nervoso central e periférico, a verde estão marcados os neurónios motores que enervam células estriadas do músculo, e a azul podemos ver uma subpopulação de neurónios do sistema nervoso central.

© Célia Maria Monteiro Domingues | Na imagem está um embrião de mosca da fruta (Drosophila melanogaster), cerca de 15 horas após a postura. Três populações de células nervosas (neurónios) estão sobrepostas: a vermelho estão marcados alguns neurónios do sistema nervoso central e periférico, a verde estão marcados os neurónios motores que enervam células estriadas do músculo, e a azul podemos ver uma subpopulação de neurónios do sistema nervoso central.

© Beatriz García Fernández | Padrão semelhante a um vitral, observável num embrião da mosca da fruta. Neste embrião é possível observar a descontinuidade dorsal que surge na epiderme (células colunares) e que se encontra preenchida pela amnioserosa (células hexagonais). Durante o desenvolvimento do embrião, ocorre o fecho dorsal, no qual a descontinuidade é selada por um processo semelhante à cicatrização em vertebrados.

© Beatriz García Fernández | Padrão semelhante a um vitral, observável num embrião da mosca da fruta. Neste embrião é possível observar a descontinuidade dorsal que surge na epiderme (células colunares) e que se encontra preenchida pela amnioserosa (células hexagonais). Durante o desenvolvimento do embrião, ocorre o fecho dorsal, no qual a descontinuidade é selada por um processo semelhante à cicatrização em vertebrados.

Conidiophores of Trichoderma harzianum, conidiogenesis is blastic-phialidic (Ascomycota).

Conidiophores of Trichoderma harzianum, conidiogenesis is blastic-phialidic (Ascomycota).

A Drosophila melanogaster embryo using in situ hybridization to visualize mRNA expression of the gap gene giant (red) and the pair-rule gene even-skipped (blue), with Sytox Green (Invitrogen) used to localize nuclei. Specimen preparation and imaging by Cecelia Miles, Dr. Martin Kreitman's lab; projection and cover design by Dr. Vytas Bindokas; University of Chicago, USA.

A Drosophila melanogaster embryo using in situ hybridization to visualize mRNA expression of the gap gene giant (red) and the pair-rule gene even-skipped (blue), with Sytox Green (Invitrogen) used to localize nuclei. Specimen preparation and imaging by Cecelia Miles, Dr. Martin Kreitman's lab; projection and cover design by Dr. Vytas Bindokas; University of Chicago, USA.

2005 // HM // Dr. Stephen Paddock // Department of Molecular Biology, University Wisconsin // Madison, WI, USA

2005 // HM // Dr. Stephen Paddock // Department of Molecular Biology, University Wisconsin // Madison, WI, USA

© José A. R. Graça | Raio largo na madeira de Sobreiro. Os sobreiros, como todos os carvalhos, possuem raios largos que atravessam a sua madeira. Estes raios aparecem à vista como manchas claras, enriquecendo o desenho da madeira. Os raios são acompanhados na madeira por fibras, células longas e de paredes muito espessas. Esta imagem mostra um raio largo, quando visto ao microscópio, rodeado por fibras que correm ao seu lado.

© José A. R. Graça | Raio largo na madeira de Sobreiro. Os sobreiros, como todos os carvalhos, possuem raios largos que atravessam a sua madeira. Estes raios aparecem à vista como manchas claras, enriquecendo o desenho da madeira. Os raios são acompanhados na madeira por fibras, células longas e de paredes muito espessas. Esta imagem mostra um raio largo, quando visto ao microscópio, rodeado por fibras que correm ao seu lado.

© Teresa Maria Gonçalves Quilhó Marques dos Santos | Estrutura do caule da planta do cardo (Cynara cardunculus L.), vista ao microscópio. No caule existem tecidos, agrupados em feixes, com diferentes funções como a translocação de seivas, a rigidez e o armazenamento de substâncias nutritivas. As células que morrem são esmagadas e destruídas (aspecto de flor na parte inferior da imagem).

© Teresa Maria Gonçalves Quilhó Marques dos Santos | Estrutura do caule da planta do cardo (Cynara cardunculus L.), vista ao microscópio. No caule existem tecidos, agrupados em feixes, com diferentes funções como a translocação de seivas, a rigidez e o armazenamento de substâncias nutritivas. As células que morrem são esmagadas e destruídas (aspecto de flor na parte inferior da imagem).

Image of the Week - January 26, 2015  CIL:38946 - http://www.cellimagelibrary.org/images/38946  Description: Light micrograph of a transverse section through wheat stem showing uredosori of wheat rust (Puccinia graminis). These sori appear as rust-coloured streaks on the wheat. The released uredospores will infect other wheat plants.  Author: Spike Walker  Licensing: Attribution-NonCommercial-NoDerivs 2.0 UK: England & Wales (CC BY-NC-ND 2.0 UK)

Image of the Week - January 26, 2015 CIL:38946 - http://www.cellimagelibrary.org/images/38946 Description: Light micrograph of a transverse section through wheat stem showing uredosori of wheat rust (Puccinia graminis). These sori appear as rust-coloured streaks on the wheat. The released uredospores will infect other wheat plants. Author: Spike Walker Licensing: Attribution-NonCommercial-NoDerivs 2.0 UK: England & Wales (CC BY-NC-ND 2.0 UK)

Arbol filogenetico de los insectos (Science, 2014)

Arbol filogenetico de los insectos (Science, 2014)

Pinterest
Pesquisar