Explore 14 Anos, Milagre e muito mais!

Explorar tópicos relacionados

D. Afonso II  (1185-1223) -  "O Gordo", "O Gafo" ou "O Crasso" – Gafo significa “leproso” - 3º Rei de Portugal. D. Afonso II era filho de D. Sancho I e de D. Dulce de Aragão. Casou com D. Urraca em 1206, filha de D. Afonso VIII de Castela. Está sepultado em Alcobaça. Começou a governar em 1211 até 1223. D. Afonso II foi um homem doente. Tinha 14  anos quando sofreu uma crise tão grave que  considerou-se milagre o facto de não morrer, milagre este atribuído a Santa Senhorinha de Basto.

D. Afonso II (1185-1223) - "O Gordo", "O Gafo" ou "O Crasso" – Gafo significa “leproso” - 3º Rei de Portugal. D. Afonso II era filho de D. Sancho I e de D. Dulce de Aragão. Casou com D. Urraca em 1206, filha de D. Afonso VIII de Castela. Está sepultado em Alcobaça. Começou a governar em 1211 até 1223. D. Afonso II foi um homem doente. Tinha 14 anos quando sofreu uma crise tão grave que considerou-se milagre o facto de não morrer, milagre este atribuído a Santa Senhorinha de Basto.

BATALHA DE NAVAS DE TOLOSA - D. Afonso II não contestou as suas fronteiras com Galiza e Leão, nem procurou a expansão para Sul apesar de algumas cidades terem sido tomadas aos Mouros: Alcácer do Sal, Borba, Vila Viçosa, Veiros, em 1217, e, também Monforte e Moura por iniciativa de um grupo de nobres liderados pelo bispo de Lisboa. Sem grandes preocupações militares, enviou tropas portuguesas que, ao lado de castelhanas, aragonesas e francesas, que combateram bravamente na defesa  (cont.1)

BATALHA DE NAVAS DE TOLOSA - D. Afonso II não contestou as suas fronteiras com Galiza e Leão, nem procurou a expansão para Sul apesar de algumas cidades terem sido tomadas aos Mouros: Alcácer do Sal, Borba, Vila Viçosa, Veiros, em 1217, e, também Monforte e Moura por iniciativa de um grupo de nobres liderados pelo bispo de Lisboa. Sem grandes preocupações militares, enviou tropas portuguesas que, ao lado de castelhanas, aragonesas e francesas, que combateram bravamente na defesa (cont.1)

Deste condado, nasceria o reino de Portugal. D. Henrique governou no sentido de conseguir uma completa autonomia para o seu condado.  Aquando a morte de D. Henrique (1112), sucede-lhe a viúva deste, D. Teresa, no governo do condado durante a menoridade do seu filho Afonso Henriques de Borgonha de 3 anos de idade. Aos catorze anos (1125), o jovem Afonso Henriques, apoiado pela nobreza portuguesa arma-se a si próprio cavaleiro, segundo o costume dos reis, tornando-se assim guerreiro…

Deste condado, nasceria o reino de Portugal. D. Henrique governou no sentido de conseguir uma completa autonomia para o seu condado. Aquando a morte de D. Henrique (1112), sucede-lhe a viúva deste, D. Teresa, no governo do condado durante a menoridade do seu filho Afonso Henriques de Borgonha de 3 anos de idade. Aos catorze anos (1125), o jovem Afonso Henriques, apoiado pela nobreza portuguesa arma-se a si próprio cavaleiro, segundo o costume dos reis, tornando-se assim guerreiro…

O CONDADO PORTUCALENSE que D. AFONSO HENRIQUES RECEBEU DE DOTE DE CASAMENTO

O CONDADO PORTUCALENSE que D. AFONSO HENRIQUES RECEBEU DE DOTE DE CASAMENTO

GODOFREDO DE BOLHÃO-(Bolonha1058 -1100 Jerusalém) ou (Godefroy de Bouillon, em francês) Os cruzados  pretendiam libertar a Terra Santa (Jerusalém e outros lugares da Palestina)do domínio das forças islâmicas e estabelecer lá um local cristão. Ao fim de três anos de lutas,  atingiam o seu objectivo, conquistando a Cidade Santa e ficando na posse do Santo Sepulcro, o túmulo de Jesus Cristo.

GODOFREDO DE BOLHÃO-(Bolonha1058 -1100 Jerusalém) ou (Godefroy de Bouillon, em francês) Os cruzados pretendiam libertar a Terra Santa (Jerusalém e outros lugares da Palestina)do domínio das forças islâmicas e estabelecer lá um local cristão. Ao fim de três anos de lutas, atingiam o seu objectivo, conquistando a Cidade Santa e ficando na posse do Santo Sepulcro, o túmulo de Jesus Cristo.

1169 - Cerco a BADAJOZ - Geraldo Geraldes assalta Badajoz numa acção relâmpago e consegue capturar as muralhas exteriores da fabulosa praça forte muçulmana. Infelizmente os infiéis conseguem retirar para a alcáçova e, Geraldo, já sem o elemento surpresa é forçado a iniciar um penoso cerco. D. Afonso Henriques vai em socorro de Geraldo Geraldes – o SEM PAVOR - . Os portugueses são atacados por mouros vindos de Marrocos e pelas tropas de D. Fernando II de Leão genro de D. Afonso Henriques.

1169 - Cerco a BADAJOZ - Geraldo Geraldes assalta Badajoz numa acção relâmpago e consegue capturar as muralhas exteriores da fabulosa praça forte muçulmana. Infelizmente os infiéis conseguem retirar para a alcáçova e, Geraldo, já sem o elemento surpresa é forçado a iniciar um penoso cerco. D. Afonso Henriques vai em socorro de Geraldo Geraldes – o SEM PAVOR - . Os portugueses são atacados por mouros vindos de Marrocos e pelas tropas de D. Fernando II de Leão genro de D. Afonso Henriques.

Bandeira do 1ºRei D. Afonso Henrique, D. Sancho I até D. Afonso III.  Conservou-se a recordação da bandeira de D. Afonso Henrique, mas a cruz azul aparece partida em escudos colocados em cruz (3 ao alto e 2 apontados ao centro formando os braços e tendo marcado certo nº de rodelas ou  besantes, nº mais tarde  fixado em cinco.  Segundo Camões (mais uma das LENDAS) esses escudos se referem aos 5 Reis Mouros  que D. Afonso Henrique vencera em Ourique. - Hirondino.com/história de Portugal

Bandeira do 1ºRei D. Afonso Henrique, D. Sancho I até D. Afonso III. Conservou-se a recordação da bandeira de D. Afonso Henrique, mas a cruz azul aparece partida em escudos colocados em cruz (3 ao alto e 2 apontados ao centro formando os braços e tendo marcado certo nº de rodelas ou besantes, nº mais tarde fixado em cinco. Segundo Camões (mais uma das LENDAS) esses escudos se referem aos 5 Reis Mouros que D. Afonso Henrique vencera em Ourique. - Hirondino.com/história de Portugal

SELO DE D. MAFALDA DE SABOIA - apontamentoshistoriamedieval.blogspot.pt

SELO DE D. MAFALDA DE SABOIA - apontamentoshistoriamedieval.blogspot.pt

Egas Moniz «o AIO»  -  Quando D. Henrique morre, o mestre Egas, como era também conhecido, foi um dos que se opôs à política de submissão ao rei de Leão levada a cabo por D. Teresa. Pouco depois, Afonso VII põe cerco a Guimarães, sede política do condado, e exige um juramento de vassalagem a seu primo D. Afonso Henriques. (cont.1)

Egas Moniz «o AIO» - Quando D. Henrique morre, o mestre Egas, como era também conhecido, foi um dos que se opôs à política de submissão ao rei de Leão levada a cabo por D. Teresa. Pouco depois, Afonso VII põe cerco a Guimarães, sede política do condado, e exige um juramento de vassalagem a seu primo D. Afonso Henriques. (cont.1)

Conde D. Henrique (1057data provável-1112/4?) foi conde de Portucale desde 1093 até à sua morte. Casa Real de Borgonha – Dinastia Capetiana. Sendo o 4º filho, D. Henrique tinha poucas possibilidades de alcançar fortuna e títulos por herança, tendo por isso aderido à Reconquista da península Ibérica. Ajudou o rei Afonso VI de Leão a conquistar o Reino da Galiza (cont.1)

Conde D. Henrique (1057data provável-1112/4?) foi conde de Portucale desde 1093 até à sua morte. Casa Real de Borgonha – Dinastia Capetiana. Sendo o 4º filho, D. Henrique tinha poucas possibilidades de alcançar fortuna e títulos por herança, tendo por isso aderido à Reconquista da península Ibérica. Ajudou o rei Afonso VI de Leão a conquistar o Reino da Galiza (cont.1)

Pinterest
Pesquisar