Explore Folhear, Uma Viagem e muito mais!

Explorar tópicos relacionados

"Terceira - Terra de Bravos". Daí o meu gosto, o meu espanto e o meu prazer ao folhear estas páginas. Prazer e gosto que tenho de vos passar porque transbordam e não se ficam. Hoje as fronteiras ainda são muitas e o desconhecimento contemporâneo enorme e profundo. Este livro é, por isso, um grande contributo para aquela cultura açórica, abrangente e sábia, que tarda em renovar-se. É uma viagem reconfortante. Francisco R. Maduro-Dias

"Terceira - Terra de Bravos". Daí o meu gosto, o meu espanto e o meu prazer ao folhear estas páginas. Prazer e gosto que tenho de vos passar porque transbordam e não se ficam. Hoje as fronteiras ainda são muitas e o desconhecimento contemporâneo enorme e profundo. Este livro é, por isso, um grande contributo para aquela cultura açórica, abrangente e sábia, que tarda em renovar-se. É uma viagem reconfortante. Francisco R. Maduro-Dias

Francisco Ferreira Drumond "Apontamentos Topográficos..." Sobre o autor: Francisco Ferreira Drummond (Vila de São Sebastião, 21 de Janeiro de 1796 - Vila de São Sebastião, 11 de Setembro de 1858) foi um historiógrafo, paleógrafo, músico, organeiro e político com grande actividade cívica na vila de São Sebastião, na ilha Terceira, nos Açores.  O seu trabalho publicado ocupa um lugar de destaque na historiografia açoriana(...) Disponível em: www.madeinazores.eu

Francisco Ferreira Drumond "Apontamentos Topográficos..." Sobre o autor: Francisco Ferreira Drummond (Vila de São Sebastião, 21 de Janeiro de 1796 - Vila de São Sebastião, 11 de Setembro de 1858) foi um historiógrafo, paleógrafo, músico, organeiro e político com grande actividade cívica na vila de São Sebastião, na ilha Terceira, nos Açores. O seu trabalho publicado ocupa um lugar de destaque na historiografia açoriana(...) Disponível em: www.madeinazores.eu

"Fénix Angrence" (3 Volumes) A Fenix Angrence é uma obra do padre Manuel Luís Maldonado, que embora verse sobre a genealogia e a história dos Açores em linhas gerais, dedica grande parte da sua atenção à ilha Terceira. A obra foi escrita entre 1683 e 1711, uma vez que os últimos capítulo encontram-se incompletos, presumivelmente pela morte do autor. A obra, na sua parte histórica divide-se em três partes: Livro Terceiro - Do Século de Seiscentos(...) Disponível em: www.madeinazores.eu

"Fénix Angrence" (3 Volumes) A Fenix Angrence é uma obra do padre Manuel Luís Maldonado, que embora verse sobre a genealogia e a história dos Açores em linhas gerais, dedica grande parte da sua atenção à ilha Terceira. A obra foi escrita entre 1683 e 1711, uma vez que os últimos capítulo encontram-se incompletos, presumivelmente pela morte do autor. A obra, na sua parte histórica divide-se em três partes: Livro Terceiro - Do Século de Seiscentos(...) Disponível em: www.madeinazores.eu

"Ficas a Dever-me Uma Noite de Arromba". Sinopse: Ficas a Dever-me Uma Noite de Arromba é uma colectânea de contos de ambiência moçambicana, com o humor corrosivo e a mestria de bem tratar a língua portuguesa, atributos singulares da prosa de António Cabrita.

"Ficas a Dever-me Uma Noite de Arromba". Sinopse: Ficas a Dever-me Uma Noite de Arromba é uma colectânea de contos de ambiência moçambicana, com o humor corrosivo e a mestria de bem tratar a língua portuguesa, atributos singulares da prosa de António Cabrita.

"Fénix Angrence" (3 Volumes) A Fenix Angrence é uma obra do padre Manuel Luís Maldonado, que embora verse sobre a genealogia e a história dos Açores em linhas gerais, dedica grande parte da sua atenção à ilha Terceira. A obra foi escrita entre 1683 e 1711, uma vez que os últimos capítulo encontram-se incompletos, presumivelmente pela morte do autor. A obra, na sua parte histórica divide-se em três partes:  Livro Primeiro - Do Século de Quatrocentos(...) Disponível em: www.madeinazores.eu

"Fénix Angrence" (3 Volumes) A Fenix Angrence é uma obra do padre Manuel Luís Maldonado, que embora verse sobre a genealogia e a história dos Açores em linhas gerais, dedica grande parte da sua atenção à ilha Terceira. A obra foi escrita entre 1683 e 1711, uma vez que os últimos capítulo encontram-se incompletos, presumivelmente pela morte do autor. A obra, na sua parte histórica divide-se em três partes: Livro Primeiro - Do Século de Quatrocentos(...) Disponível em: www.madeinazores.eu

«Vontades» é o que não falta ao Teatrinho. Estes rapazes estão na idade certa para re-volucionar o mundo e os projectos que assinam é de toda a conveniência que sejam apoiados por todos os que, nos Açores, se empenham culturalmente, fartos das brumas e das gaivotas e dos búzios e da panóplia do mau gosto egocentrado e provinciano, provinciano porque egocentrado. (...)

«Vontades» é o que não falta ao Teatrinho. Estes rapazes estão na idade certa para re-volucionar o mundo e os projectos que assinam é de toda a conveniência que sejam apoiados por todos os que, nos Açores, se empenham culturalmente, fartos das brumas e das gaivotas e dos búzios e da panóplia do mau gosto egocentrado e provinciano, provinciano porque egocentrado. (...)

"Passageiros Clandestinos". Sinopse: Passageiros Clandestinos é um livro de poesia onde a procura do amor se desenha em vários trajectos pessoais - mas também a incessante aventura que é a busca da palavra justa do dizer poético. A língua portuguesa como matéria-prima constantemente renovada.

"Passageiros Clandestinos". Sinopse: Passageiros Clandestinos é um livro de poesia onde a procura do amor se desenha em vários trajectos pessoais - mas também a incessante aventura que é a busca da palavra justa do dizer poético. A língua portuguesa como matéria-prima constantemente renovada.

"Fénix Angrence" (3 Volumes) A Fenix Angrence é uma obra do padre Manuel Luís Maldonado, que embora verse sobre a genealogia e a história dos Açores em linhas gerais, dedica grande parte da sua atenção à ilha Terceira. A obra foi escrita entre 1683 e 1711, uma vez que os últimos capítulo encontram-se incompletos, presumivelmente pela morte do autor. A obra, na sua parte histórica divide-se em três partes: Livro Segundo - Do Século de Mil e Quinhentos(...) Disponível em: www.madeinazores.eu

"Fénix Angrence" (3 Volumes) A Fenix Angrence é uma obra do padre Manuel Luís Maldonado, que embora verse sobre a genealogia e a história dos Açores em linhas gerais, dedica grande parte da sua atenção à ilha Terceira. A obra foi escrita entre 1683 e 1711, uma vez que os últimos capítulo encontram-se incompletos, presumivelmente pela morte do autor. A obra, na sua parte histórica divide-se em três partes: Livro Segundo - Do Século de Mil e Quinhentos(...) Disponível em: www.madeinazores.eu

"O Fardo do Homem Branco". O livro de estreia de Madalena de Castro Campos apresenta-nos uma poesia de raiz feminista, mas que recusa os lugares-comuns da poesia comprometida ou da poesia “feminina”. Prefere uma postura iconoclasta e provocadora, que se constrói com rigor de escrita ao mesmo tempo que interpela a própria ideia de poesia.

"O Fardo do Homem Branco". O livro de estreia de Madalena de Castro Campos apresenta-nos uma poesia de raiz feminista, mas que recusa os lugares-comuns da poesia comprometida ou da poesia “feminina”. Prefere uma postura iconoclasta e provocadora, que se constrói com rigor de escrita ao mesmo tempo que interpela a própria ideia de poesia.

"O Senhor Santo Cristo". Texto: Margarida Sá Nogueira Lalanda  Fotografia: Nuno Sá, Fernando Resendes, José António Rodrigues  Design Gráfico: Hélder Segadaes  Prefácio de: António, Bispo de Angra.  Editora: Veraçor  Idioma: Português/Inglês  Número de Páginas: 144 páginas  Capa Dura  Dimensões: 23x30 cm

"O Senhor Santo Cristo". Texto: Margarida Sá Nogueira Lalanda Fotografia: Nuno Sá, Fernando Resendes, José António Rodrigues Design Gráfico: Hélder Segadaes Prefácio de: António, Bispo de Angra. Editora: Veraçor Idioma: Português/Inglês Número de Páginas: 144 páginas Capa Dura Dimensões: 23x30 cm

Pinterest
Pesquisar