Explore Empreendedorismo, Diversidade e muito mais!

"Zygmunt Bauman, em sua obra, já descreve uma sociedade fluida, que perde seus pontos de fixação e acaba se dissolvendo na lógica do mercado, que não passa de uma lógica umbiguista do culto ao eu. (...) As marcas são referenciais escolhidos pelos consumidores, portanto, são referenciais comprados."

"Zygmunt Bauman, em sua obra, já descreve uma sociedade fluida, que perde seus pontos de fixação e acaba se dissolvendo na lógica do mercado, que não passa de uma lógica umbiguista do culto ao eu. (...) As marcas são referenciais escolhidos pelos consumidores, portanto, são referenciais comprados."

Paisagens devastadas parecem-me incrivelmente belas. Pois elas envolvem algo que foi feito. Não são, em oposição, imagens de coisas que nasceram de um jeito tal e continuam assim. São imagens de coisas que sofreram uma intervenção – em geral, humana – e que mostram as rugas do sofrimento que as afetou e que permanecem.

por que adoro imagens devastadas (1)

Paisagens devastadas parecem-me incrivelmente belas. Pois elas envolvem algo que foi feito. Não são, em oposição, imagens de coisas que nasceram de um jeito tal e continuam assim. São imagens de coisas que sofreram uma intervenção – em geral, humana – e que mostram as rugas do sofrimento que as afetou e que permanecem.

"Morremos de medo de trocar hábitos, de mudar de ideias, convicções, de ver as coisas por outra perspectiva e damos um repeat automático nos comportamentos viciados e ranzinzas. Morremos de medo de olhar para o espelho da consciência e encarar os olhos nada atrativos das verdades de nossa alma..."

"Morremos de medo de trocar hábitos, de mudar de ideias, convicções, de ver as coisas por outra perspectiva e damos um repeat automático nos comportamentos viciados e ranzinzas. Morremos de medo de olhar para o espelho da consciência e encarar os olhos nada atrativos das verdades de nossa alma..."

O século XX veio consolidar a fotografia não apenas como uma das artes mais fundamentais do imaginário humano, capaz de eternizar e congelar o que chamamos de tempo e o que os poetas chamam de paisagens interiores.  http://lounge.obviousmag.org/zoom_nas_visceras/2015/04/a-fotografia-etnografica-de-pierre-verger.html

a fotografia etnográfica de pierre fatumbi verger

O século XX veio consolidar a fotografia não apenas como uma das artes mais fundamentais do imaginário humano, capaz de eternizar e congelar o que chamamos de tempo e o que os poetas chamam de paisagens interiores. http://lounge.obviousmag.org/zoom_nas_visceras/2015/04/a-fotografia-etnografica-de-pierre-verger.html

"Suas composições quebram o paradigma erudito do amor e trazem de forma clara, tocante e escancarada a beleza , as angústias , as dores e as alegrias de uma relação real. Em suas músicas não vemos casos de paixões idealizadas à la Nicholas Sparks , mas enxergamos tanta verdade nos versos que, em algum momento, parece que ele canta a nossa vida."

leoni e o talento para falar de amor

"Suas composições quebram o paradigma erudito do amor e trazem de forma clara, tocante e escancarada a beleza , as angústias , as dores e as alegrias de uma relação real. Em suas músicas não vemos casos de paixões idealizadas à la Nicholas Sparks , mas enxergamos tanta verdade nos versos que, em algum momento, parece que ele canta a nossa vida."

Pinterest
Pesquisar