Explore Impressora, Moeda e muito mais!

Explorar tópicos relacionados

REVERSO; Valor facial: 1000 réis; Ano de emissão: 1885; Órgão emissor: Tesouro Nacional; Empresa impressora: American Bank Note Company; 6ª Estampa

REVERSO; Valor facial: 1000 réis; Ano de emissão: 1885; Órgão emissor: Tesouro Nacional; Empresa impressora: American Bank Note Company; 6ª Estampa

Museu de Valores do Banco Central

Museu de Valores do Banco Central

ANVERSO UNIFACE; Valor facial: 1000 réis; Ano de emissão: 1860; Órgão emissor: Tesouro Nacional; Empresa impressora: Perkins, Bacon & Petch; 3ª Estampa

ANVERSO UNIFACE; Valor facial: 1000 réis; Ano de emissão: 1860; Órgão emissor: Tesouro Nacional; Empresa impressora: Perkins, Bacon & Petch; 3ª Estampa

ANVERSO Valor facial: 500 réis; Órgão emissor: Tesouro Nacional; Empresa impressora: American Bank Note Company; Ano de emissão: 1885; Chancela: Autografada; Letras de controle: A-F; Séries: 61ª-80ª.

ANVERSO Valor facial: 500 réis; Órgão emissor: Tesouro Nacional; Empresa impressora: American Bank Note Company; Ano de emissão: 1885; Chancela: Autografada; Letras de controle: A-F; Séries: 61ª-80ª.

moedas brasileiras - Pesquisa Google

moedas brasileiras - Pesquisa Google

CLUBE DOS ENTAS ITAJAI: Novembro 2011

CLUBE DOS ENTAS ITAJAI: Novembro 2011

C112 Cedula do Brasil 5 cruzeiros Indio Serie 089 FE

C112 Cedula do Brasil 5 cruzeiros Indio Serie 089 FE

Brasil Império - 1882 - Linda cédula imperial, no valor de 10$000 réis, retratando D.Pedro II, alegó

Brasil Império - 1882 - Linda cédula imperial, no valor de 10$000 réis, retratando D.Pedro II, alegó

REVERSO Valor facial: 1000 réis; Ano de emissão: 1888; Órgão emissor: Tesouro Nacional; Empresa impressora: American Bank; Note Company; 7ª Estampa

REVERSO Valor facial: 1000 réis; Ano de emissão: 1888; Órgão emissor: Tesouro Nacional; Empresa impressora: American Bank; Note Company; 7ª Estampa

História do Dinheiro no Brasil 200 Réis  A necessidade de que as moedas fossem duráveis levou ao aparecimento de ligas modernas, próprias para suportar a passagem de mão em mão do dinheiro usado para troco. Depois do bronze, foi introduzido, em 1871, o cuproníquel – liga de cobre e níquel.

História do Dinheiro no Brasil 200 Réis A necessidade de que as moedas fossem duráveis levou ao aparecimento de ligas modernas, próprias para suportar a passagem de mão em mão do dinheiro usado para troco. Depois do bronze, foi introduzido, em 1871, o cuproníquel – liga de cobre e níquel.

Pinterest
Pesquisar