Rogério Barbosa
Rogério Barbosa
Rogério Barbosa

Rogério Barbosa

Eu gosto do possível tenho medo do provável, dou risada do ridículo e choro por que tenho vontade, mais nem sempre tenho motivo... tenho um sorriso confiante